quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Tempo de Quaresma

Iniciou-se o tempo de Quaresma. E é um tempo de conversão e reflexão sobre todas as nossas atitudes como católicos. É o tempo em que devemos parar e olhar para a nossa vida e ver se estamos realmente nos sacrificando por Aquele que se sacrificou por nós, Aquele que se sacrifica por nós em toda a Missa.
Para mim eu vejo como um momento para eu parar e pensar se estou sendo excelente para Deus em todos os aspectos da minha vida. Se estou sendo boa o suficiente. Não perfeita, até porque isso nunca irá acontecer por causa das minhas limitações, mas pelo menos se esforçando para conseguir chegar perto daquilo que Deus nos propõe.
Fazer algum sacrifício significa "fazer algo sagrado". Fazer algo sagrado para Deus. Jesus se sacrificou por nós. Se colocou como Cordeiro e permitiu que aquilo acontecesse com Ele por amor a nós. Por que, então, é tão difícil fazermos algo por Ele? Fazermos alguma mudança na nossa vida. Ser católico não é simplesmente ir nas Missas no domingo - lembrando que, sim, a Missa é a coisa mais importante na vida de um católico -, mas é também agir de forma católica na sua realidade. Como São Paulo dizia "somos embaixadores de Cristo" 2Cor 5, 20. Ou seja, somos representantes de Cristo na terra. Mas será que estamos desempenhando bem esse papel? Será que estamos sendo coerentes com os 10 mandamentos e o Evangelho? Somos jovens e todas as tentações do mundo se mostram diariamente para nós. Isso é fato. O demônio sempre estará por perto para nos distanciar de Deus. Mas qual é a nossa resposta para tais tentações? É cair? Ou mostrar que nosso Deus é muito maior que qualquer tentação? Cristo é o maior apoio que alguém pode ter. Sinto me agraciada por Ele me deixar amá-lo e tê-lo na minha vida. Então qual seria a minha resposta justa para tanto amor? Citando novamente São Paulo em uma de suas sábias cartas ele diz: "Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém" 1Cor 6, 12. Temos o nosso livre arbítrio e podemos fazer, literalmente, tudo o que quisermos. Mas será que o que fazemos é o melhor para nós? Será que somos nós que sabemos o que é melhor ou será que é Deus? Deus nos instituiu 10 mandamentos para colocar ordem na casa, ou seja, Ele sabe que nós não conseguimos nos guiar sozinhos, então preferiu nos ajudar dando 10 regrinhas que deveríamos seguir. Apesar de parecer simples, é óbvio que é difícil. Pelo menos para mim é. Mas Cristo, quando nos dá aquela cruz muito pesada, sabe que podemos carregá-la. Nos apoiando nEle, como Ele se apoiou em Cirineu na crucificação, conseguimos seguir com ela.
Como já disse, a Quaresma é tempo de reflexão, de penitência, e é esse o momento - nesses 40 dias - que temos que nos preparar, nos purificar, para a Sua crucificação. Temos que ter cuidado para não desperdiçá-lo.

SHALOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos MARAS

Loading...